Confira

Confira a lista completa de agências

Saiba por que contratar uma agência associada é a solução mais adequada do mercado.

  • Carranca
  • Dainet
  • SEO Marketing
  • AD.Dialeto
  • Conteúdo Online
  • Agência Orange Five – AO5
  • e/ou
  • Agência Pulso
  • hashTAG
  • Digital Industry
  • Conversion
  • Punto Comunicação Multimeios
  • Futurelab
  • Capuccino Digital

Robin Hood, eu?




Robin Hood, eu?

Em dezembro de 2010, o lançamento do Manual de Preços e Serviços Digitais da APADi gerou várias manifestações. Entre os diversos comentários de apoio e algumas críticas, o que mais me chamou a atenção – e motivou a redação deste artigo – foi a mensagem do diretor executivo de uma grande agência digital “ainda” não associada à APADi.

Até ai, tudo bem, pois criticas ao lançamento deste documento eram esperadas e nunca achei que o projeto fosse agradar aos gregos e troianos. Porém, o mais interessante foi como ele se referiu à APADi – no caso, personalizando a associação como se o documento fosse obra exclusivamente minha, o atual presidente. Seu comentário final foi: “você está querendo acabar com nosso mercado, atuando como Robin Hood, querendo roubar dos ricos para dar para os pobres”.

Ao ler esta frase, meu primeiro pensamento foi exatamente igual ao título deste artigo: “Robin Hood, eu?”. Em seguida, me questionei: “Ricos? Pobres? Do que estamos falando, se temos 65 agências associadas, incluindo empresas de pequeno, médio e grande portes? Será que todas foram consideradas pobres?”.

Confesso que fiquei surpreso com tal comentário. Porém, depois de refletir um pouco, entendi que o executivo só queria defender os interesses de sua agência, especialmente com relação ao que há de mais valioso em nosso mercado: suas “moedas de ouro”, digo, seus clientes.

Polêmicas à parte, minha resposta foi bem curta, pois julguei mais sensato ignorar qualquer comparação ao famoso arqueiro de Sherwood, especialmente porque quem rouba – seja por bem ou por mal – é sempre um ladrão. “Respeito sua opinião e peço sua ajuda. Associe-se à APADi e venha ajudar a cuidar, também, dos seus interesses.”

Pois, nesta linha de defesa de interesses, especulo: quais devem ser os objetivos das associações de classe estabelecidas em nosso mercado? Na APADi, por exemplo, os objetivos são muito claros e sempre os usamos como norte em todos os projetos que planejamentos e executamos:

  • Ser uma referência consultiva e isenta para qualquer processo de contratação de projetos digitais, em especial, projetos de Internet.
  • Ser uma fonte de informações com opinião e posicionamento em relação aos eventos relevantes do mercado de desenvolvimento de projetos para Internet.
  • Profissionalizar e aculturar o mercado, especialmente através dos gestores corporativos.
  • Intervir na regulamentação do mercado para torná-lo mais amplo e justo.
  • Valorizar, qualificar e criar oportunidades para associados e colaboradores.

Sempre dispostos a ouvir sugestões, medimos o grau de assertividade de nossos documentos com base em elogios e críticas que recebemos. Por isso, convido vocês a acessar o endereço www.manualdeservicosdigitais.com.br para que, com a devida isenção, possam atestar como o projeto buscou honrar cada um dos objetivos apresentados acima.

Também será fácil notar que o único objetivo da APADi ainda não explícito com o lançamento deste documento foi “ser pioneira”, pois somos a primeira associação que busca desmistificar o recente e tão promissor mercado digital. Quantas associações já estão estabelecidas há muito tempo e ainda não fizeram um projeto como este? Por quê?

É claro que teremos ajustes a fazer para as próximas versões de cada um de nossos documentos. Por isso, para que este e outros projetos da APADi possam evoluir em busca de um mercado mais justo, queremos contar com a ajuda dos ditos “ricos” que, ao participarem ativamente de nosso mercado, certamente deixarão de se sentir ameaçados pelos julgados “pobres”!




X