Confira

Confira a lista completa de agências

Saiba por que contratar uma agência associada é a solução mais adequada do mercado.

  • Conteúdo Online
  • Dainet
  • SEO Marketing
  • hashTAG
  • Conversion
  • Punto Comunicação Multimeios
  • Agência Pulso
  • Futurelab
  • Carranca
  • Agência Orange Five – AO5
  • DIGY Web Estratégias Digitais E-Commerce SEO Marketing Digital
  • AD.Dialeto
  • e/ou
  • Capuccino Digital
  • Digital Industry

AS ÚLTIMAS TENDÊNCIAS DA TRANSFORMAÇÃO DO DIGITAL APRESENTADAS NO SOCIAL MEDIA WEEK SÃO PAULO 2018




AS ÚLTIMAS TENDÊNCIAS DA TRANSFORMAÇÃO DO DIGITAL APRESENTADAS NO SOCIAL MEDIA WEEK SÃO PAULO 2018

Os desafios e oportunidades para o Marketing e a Publicidade nortearam os debates, com destaque para o Guia de Valores Referenciais Digitais , o Código de Conduta para Agentes Digitais em Campanhas Eleitorais e o Código de Conduta para Contratação de Influenciadores Digitais, todos gratuitos e disponíveis para download.

A Social Media Week São Paulo 2018 – #SMWSP2018 – apresentou na terça (11) a Trilha Agências Digitais, conteúdo que teve curadoria da ABRADi, a Associação Brasileira de Agentes Digitais, e levou ao evento sete palestrantes para abordar as últimas tendências do digital. A Transformação Digital, a Inteligência Artificial  (IA)), a Conduta Ética para uma Campanha de Marketing Político, a Precificação de Serviços Profissionais no Digital, mensuração de KPIs como indicadores de performance de uma empresa, a Mídia Tradicional e a Mídia Programática e a contratação de Influenciadores foram os temas levados ao evento, que já reuniu no primeiro dia cerca de 2500 pessoas.

O presidente da ABRADi, Marcelo Sousa, falou sobre a importância do uso de dados nos processos de marketing e comunicação. “Os profissionais de marketing precisam dominar o universo de dados e tecnologia como nunca, além de criativos também precisar empenhar suas habilidades analíticas para conhecer melhor o consumidor e definir estratégias de comunicação mais precisas. Marketing não é mais somente uma Big Idea, mas também Big Data”, afirmou Sousa, que além de ser presidente da ABRADi Nacional é também é diretor executivo da Marketdata, empresa de data-driven marketing do grupo WPP.

O presidente do Conselho do IAB Brasil, Cristiano Nóbrega, falou sobre o futuro das agências em relação ao desafio da mídia programática. A plateia mostrou interesse especial no debate sobre o modelo de negócio de trading desks versus agências tradicionais, e perguntou bastante sobre o papel das plataformas que compõem o ecossistema. Indagado se as agências irão sobreviver à mídia programática Nóbrega, que também é CEO da Tail Target, considera que “trata-se de uma grande oportunidade para profissionais que atuam com publicidade/mídia digital, mas isso significa que eles precisarão sair da zona de conforto, mudar o mindset, entender como operar plataformas, usar dados para segmentação, entender que a publicidade orientada a dados exige novas competências e capacidades que constituem o perfil do profissional moderno de marketing.”

A valorização do mercado e como calcular o valor dos serviços de campanhas em tempos de transformação digital foi um tema de grande interesse apresentado pelo presidente da ABRADi-SP, Daltro Martins. A ABRADi todos os anos desenvolve o Guia de Valores Referenciais Digitais ABRADi-SP/Sinapro-SP, que é disponibilizado gratuitamente para download no site da associação. “O digital hoje já está imerso de forma tão inerente ao dia a dia de qualquer consumidor que não há mais como pensar em Campanhas Publicitárias ou em Comunicação sem estratégias, ferramentas digitais e conexão com o digital. Em pouco tempo, a separação entre on e off soará tão velha quanto o mainframe é hoje. Agora as pessoas já estão preparadas para entender melhor o valor dos serviços profissionais”, afirma Daltro Martins que é também diretor da RMA Comunicação.

O Serviços Profissionais e os KPIs de performance foram temas de Riccardo Pizzamiglio, sócio da plataforma TaskRow de gestão produtiva. “Para qualquer empresa de prestação de serviços profissional é fundamental ter indicadores, ter métricas para conseguir medir as informações e acompanhar a própria evolução, em real time, e não olhando para o passado. Uma série de indicadores precisarão estar alinhados taxa de utilização, ABR (valor médio por cada uma das horas de profissionais), volume de vendas, utilização de profissionais debitáveis e não debitáveis e turnover. Precisamos pensar como a estratégia digital pode apoiar as empresas em novas estratégias de negócios e serviços.”

O especialista da consultoria Stefanini trouxe ao debate a importância de gerar uma mudança de mindset de negócios diante da transformação digital, principalmente, no caso das grandes empresas. “Houve uma alteração perfil do consumidor e de suas expectativas de consumo com relação a produtos e serviços, baseados na experiência. As grandes empresas, no entanto, têm produtos/serviços de outra época e são impactadas de forma disruptiva pelas startups que, de maneira ágil e criativa, conseguem atender aos desejos desse novo consumidor”, explicou Wagner Kojo, Head de Business Industry da Stefanini.

Para abordar as questões éticas, principalmente neste período eleitoral, a ABRADi levou ao palco da Social Media Week São Paulo o professor coordenador dos cursos de Direito Digital e Proteção de Dados, INSPER, Dr. Renato Opice Blum. Recentemente a ABRADi criou um Código de Conduta para Agentes Digitais em Campanhas Eleitorais que contou com o apoio de mais de 50 profissionais e entidades do mercado. “Essas eleições estão marcadas pela tecnologia, que por um lado impulsiona de forma positiva a propaganda eleitoral e, por outro, é utilizada para maximizar o alcance e efeito nocivo das Fake News. O marketing político, ao lado do governo e da sociedade, tem o desafio de extrair o melhor proveito disso, utilizando dados e ferramentas de alta tecnologia para que a legalidade, a verdade e a ética ganhem essa disputa”, afirmou Dr. Blum.

E, como não poderia deixar de ser, os influenciadores das mídias digitais também estiveram entre os temas da trilha “Agências Digitais” da SMWSP 2018. O marketing de influência foi tema que mostrou que, na era da informação e do digital, influenciadores são vendidos como a próxima salvação da comunicação e, em busca do ROI perfeito, marcas e agências se jogam de cabeça nesse mercado. Algumas dicas como as melhores práticas para se trabalhar com digital influencers e o Código de Conduta na Contratação de Influenciadores da ABRADi Nacional, cujo download é gratuito no site, foram os principais destaques da palestrante Isa Ventura, CEO da Squid.




X